Saber anatomia vascular ajuda em casos de shunt

Esquema ilustrativo mostrando a veia lienal (esplênica) e três vasos tributários: veia gastroepiploica esquerda, veia gástrica esquerda e veia gonadal esquerda (normalmente não observada por ser um vaso embrionário rudimentar).

Vou compartilhar hoje um caso de uma cadela de 10 anos com hiperadrenocortisismo. Durante a avaliação, vi que saindo da veia lienal (esplênica) havia um vaso anômalo passando lateral ao rim esquerdo e se comunicando com a veia renal esquerda. Aí eu pensei: “será que é um shunt?” Para ter mais assertividade, o ultrassonografista veterinário […]